10 Razões para Migrar do Cad2d para o Cad3d

Há 20 anos atrás grandes empresas de manufatura no mundo migraram do 2D para o 3D, no Brasil as empresas Uni Systems do Brasil e a Marcopolo Ônibus foram as pioneiras, e obtiveram um retorno incrível no investimento.

Não estamos falando do design fantástico do 3D, que já seria suficiente para migrar. O ganho principal é no desenvolvimento do produto e no processo de fabricação e a qualidade do produto quando projetado com o 3D é percebido mesmo antes do lançamento.

A mudança do CAD 2D para o CAD 3D potencializa a criação, a projeção e valida os produtos com as ferramentas de simulação. O ganho de produtividade é impressionante e o resultado financeiro é impactante.

“A finalidade de nosso sistema CAD é nos ajudar a projetar, analisar e fabricar peças de forma a reduzir os custos e o tempo de lançamento no mercado. O SOLIDWORKS permite realizar tudo o que a Cane Creek precisa alcançar em termos de automação do desenvolvimento de produtos.”

— Joshua Coaplen, diretor de P&D, Cane Creek Cycling Components

Conheça 10 principais motivos para migrar do CAD 2D para o CAD 3D com o SOLIDWORKS:

1 – Rápida aprovação do projeto
imagem-3d

Com o 2D é difícil a visualização e entendimento do produto/projeto para pessoas que não são técnicas, o que dificulta a aprovação e validação. Com o 3D você projeta o produto e consegue mostrá-lo como se fosse uma fotografia.

2 – Faça mudanças muito rápidas

Durante a criação do produto, as mudanças no desenho ocorrem diariamente. Com a tecnologia 2D cada mudança é muito trabalhosa para o engenheiro e isto consome muito tempo. O maior problema disto é que tudo é muito manual, cada mudança de peça no desenho, precisa refletir na montagem do produto e quando algo é esquecido, ocorrem muitos erros.

3 – Você visualiza o movimento e interação entre as peças

Os engenheiros que trabalham com o 2D são muito pressionados para visualizarem com precisão como um projeto se move em um desenho 2D. Um projeto de montagem podem ter colisões e interferências entre as peças, e só é possível detectar isto se você conseguir ver como componentes em uma montagem interagem uns com os outros, como o conjunto se move. Encontrar estes problemas em 2D é demorado e difícil, mesmo para as peças mais exigentes.

4 – Crie animações e renderizações fotorealistas

A maioria das empresas precisam mostrar seus produtos e como ele funciona. Para a elaboração de seus catálogos é necessário utilizarem imagens e animações de forma rápida e que estejam de acordo com o produto projetado e produto final. Com o SOLIDWORKS é possível você publicar os catálogos de produtos antes mesmo deles serem produzidos. Isto é fantástico pois as imagens são como fotos em alta resolução, possibilitando a criação de materiais de vendas com qualidade impressionante.

5 – Validação e otimização na Performance

Como engenheiro, você provavelmente deve se perguntar “e se…?” frequentemente, mas você não pode obter respostas às suas perguntas, porque você não pode executar facilmente análise em um desenho 2D para simular o comportamento do design. Desta forma você não pode ter os insights que ajudam a validar um desenho ou otimizá-lo para melhorar o desempenho, a matéria-prima necessária e melhorar a fabricação.

6 – Reutilize os Desenhos, componentes e montagens

A maioria dos novos produtos são versões de modelos anteriores modificados. A reconfiguração ou ajustes de peças e montagens dos desenhos em 2D é um processo tão tedioso que você pode optar por começar do zero para evitá-lo, limitando a sua capacidade de reutilizar valiosos recursos de design existentes.

7- Colaboração mais eficiente

Quão eficiente você consegue colaborar com clientes e colegas de outras áreas como marketing, vendas, financeiro, departamento pessoal e logística? Estes profissionais são cada vez mais envolvidos na revisão de projeto. Com um desenho 2D é difícil interagir com eficiência com quem não aprendeu a interpretar desenhos técnicos, o que pode prejudicar a interação e gerar erros, perder oportunidades e garantir uma contribuição poderosa.

8 – Ofereça propostas que se destacam

Você realmente espera que a sua proposta com base em desenho 2D para um cliente se destaque em relação aos seus concorrentes? Propostas competitivas são repletas de imagens e animações em 3D prestados. Claro, os clientes potenciais normalmente não realizam as suas aquisições com base unicamente no estilo e certamente avaliam sua consistência. No entanto, as propostas baseadas em 2D perdem um monte de negócios, porque as empresas preferem cada vez mais propostas que recebem em 3D e muitos insistem nisso.

9 – Seus desenhos vão direto para a fabricação

Na maioria das vezes as empresas que trabalham com desenho 2D, necessitam que um engenheiro de produção converta o desenho 2D em um modelo CAD 3D para gerar os arquivos que sejam interpretados por um programa CAM. Este passo intermediário leva muito mais tempo. A integração entre CAD 3D e CAM permite aos usuários fazer uma alteração de design, e ter a atualização de dados NC usinagem instantaneamente, eliminando a chance de erros e retrabalhos.

10- Aproveite as impressoras 3D para produzir rapidamente seus protótipos

Você quer ter a vantagem de fazer seus protótipos nas impressoras 3D de última geração com muita velocidade? Você sabia que não é possível usar seus desenhos 2D, a menos que você refaça seus projetos 2D em modelagem 3D? Claro, essa abordagem cria outro passo desnecessário que você pode evitar completamente substituindo sua ferramenta 2D para 3D, que simplifica o gerenciamento do produto e de dados, permite que sistemas automatizados de fabricação e inspeção leiam as dimensões e tolerâncias diretamente de modelos 3D, eliminando erros.

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *